Muitas imagens diferentes de Jesus são mostradas para nós no mundo. Qual é a que está correta?

Imagens de Jesus na Televisão

Se você assistir muitos pregadores na televisão, perceberá o óbvio: os olhos deles estão na sua carteira. Há sempre um apelo pelo seu dinheiro. Eles freqüentemente prometem que quanto mais você der (para o ministério deles), mais Deus abençoará sua vida material.

Muitas pessoas denunciam essa prática, porque vai contra à mensagem de Cristo. Jesus nunca pediu dinheiro. De fato, Ele condenou os líderes religiosos daqueles dias por tirar proveito dos pobres. No templo em Jerusalém, quando Jesus os viu comprando e vendendo itens (e explorando as pessoas que tinham que comprar coisas para a adoração), Ele literalmente fez um chicote e foi virando as mesas do templo (muito além da doce e suave imagem de Jesus).

Os primeiros seguidores de Jesus também denunciaram aqueles que “usavam a palavra de Deus em proveito próprio”. Paulo, que escreveu muitas partes do Novo Testamento, fez tendas para sobreviver para que pudesse pregar a mensagem de Cristo e não “tornou-se um fardo” pra ninguém.

Riqueza material nunca fez parte do seu plano. O seu plano, ao contrário, é que os seguidores de Jesus tenham paz interior, alegria, contentamento–não importando o seu status econômico.

Imagens de Jesus na Arte

As descrições artísticas de Jesus são muito posteriores ao seu tempo aqui na terra. Portanto, não temos nenhuma maneira de saber exatamente como Ele era. Consideravelmente, a Bíblia parece não dar grande importância à aparência física de Jesus. Isaías nos diz: “Ele não tinha beleza, nem formosura e, olhando nós para Ele não havia boa aparência Nele, para que O desejássemos”. (Isaías 53:2)

Não importa a aparência de Jesus, porque o mais importante é acreditar nEle. Depois de ressuscitar dos mortos, Jesus disse ao Seu discípulo Tomé: “Porque me viste, creste? Bem aventurado os que não viram e creram”. (João 20:29)

Na arte, freqüentemente vemos Jesus descrito como um homem de pele clara com cabelos avermelhados e olhos azuis. A arte Africana tem o descrito como tendo pele escura e a asiática como tendo olhos puxados. Mas todas essas descrições são provavelmente sem fundamento, por Jesus ter sido um judeu por parte de mãe (já que Seu pai é Deus). Então, ele provavelmente parecia com um homem judaico.

Imagens da Raça de Jesus

Seguidores de Cristo são em geral presumidos de serem do hemisfério ocidental. No entanto, a fé em Jesus começou no Oriente Médio e expandiu-se de lá para toda a terra. Por exemplo, há milhões de pessoas na África e na Ásia que clamam por ser seguidores de Jesus Cristo. A maior igreja cristã no mundo hoje pode ser encontrada na Coréia.

A Bíblia nos diz que as pessoas que acreditam em Jesus são de toda tribo, povo, nação e língua (Apocalipse 7:9). Mesmo assim, é improvável que qualquer nação inteira acredite em Jesus. Certamente, seria ingênuo pensar que todas as pessoas no Ocidente que se dizem “Cristãs” são, na realidade, verdadeiros seguidores de Cristo. Afinal de contas, Jesus disse que o caminho que conduz à perdição é largo e muitos são os que entram por ele; o caminho que leva à vida é estreito, e poucos há que o encontrem (Mateus 7:13-14).

Isso seria dizer, proporcionalmente, que há relativamente o mesmo número de Cristãos tanto na América como na África, por exemplo. Nós não sabemos com certeza, mas Deus sabe. Somente Ele conhece os nossos corações. Ele sabe quem vem para Ele de verdade ou não. E Ele é imparcial em relação à raça. (Atos 10:34-35)

Imagens de Jesus na Filosofia

Hoje, muitos “eruditos” em religião gostariam de apresentar um Jesus muito confortável e neutralizado. Eles gostariam de eliminar (dos evangelhos do Novo Testamento) qualquer coisa sobre Jesus que não se encaixa na teologia deles.

Basicamente, eles querem um Jesus que seja sábio, inspirado e visionário. Qualquer coisa que Jesus disse que se encaixe a esse critério mundano é considerado histórico, declaração aceitável. Mas qualquer declaração feita por Jesus sobre Seu poder, Sua divindade, Sua autoridade para perdoar pecados ou conceder vida eterna é rejeitada.

Se nós compramos essa imagem de Jesus, então questões surgem. Se Jesus foi meramente um professor inspirado, então por que eles o torturariam e crucificariam? Também, como nós confiamos na Sua visão de vida, enquanto ignoramos tudo que Jesus disse sobre Ele mesmo? E finalmente, o que fez os primeiros seguidores estarem dispostos a morrer de forma martírica proclamando a morte de Jesus por nossos pecados e Sua ressurreição miraculosa? Se Jesus era apenas um professor, e não Deus, então por que tantos morreram defendendo sua fé nEle?

Seria o fato de que Jesus enfatizou Sua identidade como Filho de Deus, tanto quanto Seu ensino e que o que está registrado sobre Ele nas Escrituras é um documento histórico preciso?

Imagens do Jesus Real

Ao invés de obter nossas informações sobre Jesus na TV, arte, ou filosofia, Ele está pedindo que todos venhamos conhecê-Lo através das Escrituras, a Palavra de Deus. Ele quer que nos aproximemos dEle e deixemos que Ele nos ensine sobre Sua pessoa. Você pode começar através da leitura do livro de “João”.


Como começar um relacionamento com Deus

Tenho uma pergunta…