Será que existe um lugar onde se pode encontrar segurança e estabilidade diante do que aconteça no mundo ou em nós mesmos? Podemos olhar para o futuro com esperança, sem levar em consideração as circunstâncias da vida? Nos dias de hoje, muitos estudantes estão vendo o valor de Deus como uma constante. O mundo ao nosso redor está em permanente mudança, mas Deus não muda. Ele é estável, confiável; Ele diz: “Há outro Deus além de mim? Não, não existe nenhuma outra Rocha; não conheço nenhuma. De fato, Eu, o Senhor, não mudo” (Isaías 44:8, Malaquias 3:6) Deus está sempre perto. Pode-se contar com ele. Ele é “o mesmo, ontem, hoje e para sempre.” (Hebreus 13:8) Deus pode se fazer conhecido, Ele nos dá confiança, colocando nossos corações em um lugar seguro.

É Possível Ter Tal Segurança?

Heather, uma estudante recém-formada, disse o seguinte: “Ter um relacionamento verdadeiro com Deus é uma realidade diária, incrível, linda. Existe uma ‘amizade celestial’ que eu não trocaria por nada no mundo. Sou tão profundamente conhecida e amada que sempre anseio pela comunicação adequada com Ele”.

Steve Sawyer, um estudante hemofílico, procurou por estabilidade quando descobriu que tinha sido infectado pelo HIV numa transfusão de sangue. No início, Steve ficou desesperado. Primeiro, culpou a Deus; depois, alcançou a Deus. O resultado: nos últimos anos de sua vida, Steve tem visitado inúmeros campi universitários (suportando grande dor) somente para contar aos estudantes como eles poderiam conhecer a Deus e experimentar a paz que ele experimentou o conhecendo. Deus disse: “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo.” (João 14:27, 16:33)

Assim como Steve, outros estudantes aprenderam que não importa o que aconteça na vida, não é o “fim do mundo” — porque este mundo não é o fim.

O Deus Das Trincheiras

Muitas pessoas admitem que esperam até as coisas ficarem realmente difíceis para se voltarem para Deus. Um capelão militar da Segunda Guerra Mundial explicou que “não existem ateístas nas trincheiras.” Quando a vida é um mar-de-rosas, as pessoas sentem que não precisam de Deus. Mas isso geralmente muda quando as coisas se complicam, quando percebemos que estamos nas trincheiras.

Caryn, uma estudante na Virgínia (EUA), explicou como se encontrou com Deus: “Eu achava que era cristã porque ia a igreja todo domingo, mas eu não tinha idéia de como Deus era. Meu último ano no segundo grau se parecia muito com meus outros três anos. Passei a maior parte do meu tempo bêbada, drogada, ou tentando encontrar uma maneira de ser amada por alguém. Eu estava morrendo por dentro e não tinha controle sobre a minha vida. Só percebi o quanto desejava que minha vida acabasse quando fui para a universidade. Tinha que encontrar alguma esperança… Foi quando pedi a Deus que entrasse na minha vida. Ele tem me dado amor, segurança, perdão, apoio, conforto, aceitação e um propósito para viver. Ele é a minha força, e eu não estaria aqui hoje se não fosse por Ele.”

Quem sabe o que acontecerá no novo milênio? Muitos estudantes podem estar sentindo que estão numa trincheira. A vida pode ser uma batalha. A nossa segurança pode ser grandemente abalada. Nesses momentos quando as coisas ficam difíceis, geralmente buscamos a Deus. E se buscamos, as coisas vão melhorar, porque Deus, o imutável estará sempre disposto a se estabelecer aliança conosco, a se envolver em nossas vidas. Ele diz “Eu, eu mesmo, sou o Senhor, e além de mim não há salvador algum. Voltem-se para mim e sejam salvos…pois eu sou Deus, e não há nenhum outro.” (Isaías 43:11, Isaías 45:22)

Sim, é realmente possível pensar em Deus como uma “bengala”, um apoio. Na verdade, o mais provável é que Ele seja a única, verdadeira e legítima “bengala”.

As Trincheiras Invisíveis

Algumas pessoas, entretanto, se voltam para Deus quando as coisas parecem ir bem. John, um estudante no Texas, explicou que: “No meu último ano de faculdade, eu tinha conquistado todas as coisas que as pessoas dizem ser prazerosas e satisfatórias: ter posição de liderança em organizações no campus; festas; tirar boas notas; namorar garotas que realmente me atraíam. Tudo o que eu queria fazer e conquistar enquanto estava na faculdade passou — e eu ainda me sentia insatisfeito. Alguma coisa ainda faltava e não tinha mais pra onde ir. É claro que ninguém sabia que eu me sentia insatisfeito, pois eu não demonstrava no meu exterior.”

Até mesmo quando as coisas parecem ir bem, a vida ainda pode apresentar uma trincheira–um buraco interno que é invisível aos olhos humanos mas que é detectado pelo coração. Becky, uma estudante em Illinois (EUA), descreveu esse fenômeno da seguinte maneira: “Quantas vezes você pensou que se tivesse aquela peça de roupa, ou aquele namorado, ou visitado algum lugar, sua vida seria feliz e completa? E quantas vezes você comprou aquela camisa, ou namorou aquele cara ou visitou aquele lugar e saiu se sentindo ainda mais vazia do que antes?”

Não precisamos de fracassos ou tragédias para sentir as trincheiras. Na maioria das vezes, a falta de segurança resulta simplesmente de uma ausência de Deus nas nossas vidas. Becky fala sobre ter conhecido a Deus: “Desde então tenho passado por muitas lutas e mudanças na minha vida, mas tudo o que faço adquire uma perspectiva nova, pois sei que tenho um Deus eterno e que me ama ao meu lado. Eu creio que não há nada que Deus e eu não possamos suportar juntos–e sobre aquilo que buscava tão fortemente para me sentir completa, finalmente encontrei NEle.”

Com Deus envolvido nas nossas vidas, podemos descansar facilmente. Assim que começamos a conhecer Deus e a ouvir o que Ele diz na Bíblia, Ele nos traz segurança; podemos colocar a nossa esperança NEle como algo constante. Deus está esperando para nos dar provas de Si se nos voltarmos para Ele e O buscarmos.

Verdadeira Segurança – Construindo Sobre A Rocha

Você está construindo alguma coisa na sua vida? Acredite ou não, cada um de nós está construindo algo sobre algum tipo de alicerce. Nós temos sempre algum tipo de fundação, algo em que estamos colocando a nossa esperança e fé. Talvez esse alicerce seja nós mesmos: “Eu sei que posso fazer da minha vida um sucesso se eu der duro o bastante…”; um estilo de vida: “Se eu puder ganhar bastante dinheiro, a vida será maravilhosa”; um período de tempo: “O novo milênio é bom para mudanças.”

Mas Deus tem um ponto de vista diferente. Ele diz que colocar a nossa esperança e fé em nós mesmos, em outras pessoas, ou em qualquer outra coisa que o mundo oferece é alicerçar uma construção num terreno instável. Ele quer, pelo contrário, que confiemos NEle, pois diz: “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um homem insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda.” (Mateus 7:24-27)

É sábio ter Deus envolvido nas nossas vidas naqueles momentos quando as catástrofes vêm. Mas a intenção dEle é que tenhamos uma vida mais plena, não importando quais sejam as circunstâncias. Ele quer ter uma influência positiva em cada área de nossas vidas. Quando nos apoiamos nEle e nas suas palavras, estamos construindo sobre a Rocha.

A Maior e Melhor Segurança

Algumas pessoas se sentem seguras por serem filhas de um multimilionário, ou por saberem que podem tirar boas notas facilmente. Há uma segurança ainda maior em se ter um relacionamento com Deus.

Deus é poderoso. Diferente de nós, Deus sabe o que vai acontecer amanhã, na próxima semana, na próxima década. Ele diz: “Eu sou Deus, e não há nenhum como eu. Desde o início faço conhecido o fim.” (Isaías 46:9-10) Ele sabe o acontecerá no novo milênio. Mais importante, Ele sabe o que vai acontecer com você e estará lá por você quando acontecer, se você escolheu incluí-lo na sua vida. Ele diz que pode ser “nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade.” (Salmos 46:1) Mas devemos fazer um esforço sincero em buscá-lo. Ele diz: “vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo coração.” (Jeremias 29:13)

Isso não quer dizer que aqueles que conhecem a Deus não passarão por momentos difíceis. Eles irão passar. Se um país sofrer ataques terroristas no novo milênio, aqueles que conhecem a Deus estarão incluídos no sofrimento. Mas existe uma paz e uma força que só a presença de Deus dá. Um seguidor de Jesus Cristo disse da seguinte maneira: “De todos os lados somos pressionados, mas não esmagados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” (2 Coríntios 4:8-9) A realidade nos diz que enfrentaremos problemas. Porém, se passarmos por eles tendo um relacionamento com Deus, podemos reagir a eles com uma perspectiva diferente e com uma força que não é a nossa. Nenhum problema é insuperável para Deus. Ele é maior do que qualquer problema que possa nos alcançar, e nós não estamos sozinhos para lidar com eles.

Deus cuida. O grande poder de Deus, que pode ser demonstrado nas nossas vidas, é acompanhado de Seu amor profundo. O novo milênio pode ser um tempo de paz mundial como nunca se viu antes, ou talvez haja mais racismo e violência, mais divórcios, etc. Em qualquer um dos casos, ninguém irá nos amar tanto quanto Deus nos ama. Ninguém irá cuidar tanto de nós quanto Deus cuida. A Palavra dEle nos diz “O Senhor é bom, um refúgio em tempos de angústia. Ele protege os que nEle confiam.” (Naum 1:7) “Lancem sobre Ele toda ansiedade, porque Ele tem cuidado de vocês.” (1 Pedro 5:7) E, “O Senhor é justo em todos os seus caminhos e é bondoso em tudo o que faz. O Senhor está perto de todos os que O invocam, de todos os que O invocam com sinceridade. Ele realiza os desejos daqueles que O temem; ouve-os gritar por socorro e os salva.” (Salmos 145:17-19)

Jesus Cristo disse aos seus seguidores estas palavras de conforto: “Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Então, não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!” (Mateus 10:29-31) Se você se voltar para Deus, Ele cuidará de você como ninguém mais cuidaria, e de uma maneira que ninguém pode cuidar.

Experimentando A Segurança De Deus

Não temos idéia do que o novo milênio trará. Se trouxer momentos difíceis, Deus estará lá por nós. Se trouxer momentos tranqüilos, ainda precisaremos de Deus para preencher aquele vazio interior que temos e para dar sentido às nossas vidas.

Quando tudo for dito e cumprido, o que mais importará? O que realmente importa é que não estamos separados de Deus. Nós conhecemos a Deus? Ele nos conhece? Deixamos Ele do lado de fora das nossas vidas? Ou deixamos Ele entrar? Ao conhecer a Deus, Ele produz em nós uma mudança de perspectiva e nos dá esperança. A partir do momento que temos um relacionamento com Ele, podemos ter paz em meio a todas as circunstâncias.

Por que Deus deve ser o centro de nossas vidas? Porque não existe paz ou esperança verdadeira longe Dele. Ele é Deus e nós não somos. Ele não depende de nós, mas nós devemos depender Dele. Ele nos criou, pondo em nós a necessidade da presença dEle. Podemos tentar fazer a vida dar certo sem Ele, mas será fútil.

Deus quer que busquemos por Ele. Ele quer que O conheçamos e quer estar envolvido conosco. Mas existe um problema: todos nós impedimos que Ele se envolvesse. A Bíblia descreve essa atitude desta maneira: “Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho.” (Isaías 53:6a) Tentamos fazer a vida sem Deus. Isso é o que a Bíblia chama de “pecado”.

Heather, mencionada anteriormente, falou sobre pecado: “Quando entrei na universidade, eu não era cristã. O mundo estava ali aos meus pés, esperando ser revolucionado. Eu ia a reuniões políticas, tinha aulas sobre racismo e justiça social, e mergulhava no centro de serviço comunitário. Eu acreditava no poder que existia em mim para fazer uma diferença no mundo. Eu ensinava crianças desprivilegiadas de uma pré-escola; percorria os acampamentos durante o dia nos abrigos dos sem-teto; coletava restantes de comida para dar aos famintos. Mesmo assim, quanto mais eu tentava mudar o mundo, mais frustrada eu ficava. Fui confrontada com a burocracia, apatia, e… com o pecado. Comecei a pensar que talvez a natureza humana precisasse de uma revisão geral.”

Segurança Verdadeira = Segurança com Deus

A mudança dos tempos e o desenvolvimento da tecnologia não têm realmente tanta importância comparados com outras coisas grandes. Por quê? Porque o nosso grande problema enquanto seres humanos é que nos distanciamos de Deus. Nossos grandes problemas não são físicos, mas espirituais. Deus sabe disso, por isso Ele providenciou uma solução para o problema da nossa separação dEle. Ele preparou um caminho para que nós encontrássemos o nosso caminho de volta pra Ele…através de Jesus Cristo.

A Bíblia diz: “Pois Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16) Jesus Cristo foi crucificado por causa dos nossos pecados, no nosso lugar. Ele morreu, foi sepultado, depois ressuscitou dos mortos. Por causa de sua morte sacrificial, nós podemos nos envolver num relacionamento com Deus: “Contudo, aos que a receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus.” (João 1:12)

E isso tudo é realmente ainda mais simples: Deus queria ter um relacionamento conosco, então Ele tornou esse relacionamento possível através de Jesus. É então nossa decisão buscar a Deus e pedir que Ele faça parte de nós. Muitas pessoas fazem isso através de uma oração. Oração significa simplesmente conversar honestamente com Deus. Agora mesmo você pode alcançar a Deus, dizendo para Ele, com sinceridade, algo assim: “Deus, eu quero conhecer você. Eu não tenho permitido a sua presença na minha vida até agora, mas eu quero mudar isso. Eu quero desfrutar da sua solução para o problema da minha separação do Senhor. Confio na morte de Jesus por mim para que eu seja perdoado e esteja reconciliado com você. Eu quero que você esteja envolvido na minha vida de hoje em diante.”

Você sinceramente convidou Deus para entrar na sua vida? Somente você e Ele sabem com certeza. Se convidou, você tem muito o que esperar do futuro, com entusiasmo. Deus promete fazer da sua vida no presente uma grande satisfação por causa do seu relacionamento com Ele (João 10:10). Ele promete fazer morada em você (João 14:23). E Ele te dá a vida eterna (1 João 5:11-13).

Melissa, uma estudante na Nova Inglaterra, tinha isto para falar de Deus: “Minha mãe se divorciou do meu pai quando eu era muito jovem, e eu não tinha muita certeza do que estava acontecendo. Eu só sabia que meu pai não voltava mais pra casa. Um dia fui visitar minha avó e contei pra ela que eu não entendia porque meu pai me magoaria e depois desapareceria. Ela me abraçou e disse que existia alguém que nunca me abandonaria, e esse alguém era Jesus. Ela citou Hebreus 13:5 e Salmos 68:5 que dizem ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’ e ‘Pai para os órfãos…é Deus em sua santa habitação’. Eu estava muito entusiasmada de ouvir que Deus queria ser meu Pai.”

Não importa o que aconteça no mundo ao seu redor, existe uma segurança em saber que Deus está lá por você. Não importa o que o novo milênio traga, você pode ter Deus constantemente.

Para crescer no seu conhecimento sobre Deus e seu amor por você, leia o evangelho de João na Bíblia. Se você tem alguma pergunta sobre os assuntos levantados neste artigo, por favor, entre em contato conosco.


Convidei Jesus para entrar na minha vida (algumas informações úteis…)

Acho que quero convidar Jesus para entrar na minha vida, por favor me explique melhor…

Tenho uma pergunta…